Atenção no Trânsito: Faça uma viagem tranquila

Muitas famílias aguardam o ano todo para a chegada das férias, e consequentemente o momento de fazerem uma viagem especial. A viagem entre o final o começo do outro ano é para muitas pessoas, a maior oportunidade de tirar alguns dias com a família ou amigos, fugir da rotina e do stress do trabalho e conhecer outros locais pelo Brasil a fora.

Apesar de ser um momento de diversão, as viagens, em especial feitas com carros domésticos, ou outros tipos de transportes terrestres, exigem do condutor e também dos passageiros, muita atenção e responsabilidade. É necessário sempre estar atento, pois nesta época do ano os acidentes aumentam bastante.

Números dos acidentes no Natal

De acordo com um balanço divulgado nesta semana, pela Polícia Rodoviária Federal (PRF) e Polícia Rodoviária Estadual (PRE), dezesseis pessoas morreram e 261 ficaram feridas em acidentes nas estradas federais e estaduais do Paraná durante o feriado prolongado de Natal.

Segundo a PRE, foram seis mortes registradas em rodovias estaduais, entre o dia 22 e o dia 25, período da “Operação Natal”. Já de acordo com a PRF, 10 mortes foram registradas em rodovias federais no mesmo período. No ano passado, foram registradas 16 mortes. Os números divulgados pela PRE e PRE mostram que, durante as operações, foram registrados 290 acidentes nas rodovias estaduais e federais. Em 2016, foram 247 acidentes atendidos no total.

Algumas dicas de segurança: Fazer uma revisão no veículo

Para evitar riscos ou inconvenientes no trajeto de viagem, é importante checar se o automóvel está em ordem e realizar revisão antes de pegar a estrada. A revisão do veículo antes de viagens longas é uma maneira de prevenir problemas na estrada, o que aumenta o risco de acidentes.

Segurança dos passageiros

Bebê-conforto, cadeirinhas e cinto de segurança devem ser checados e estar corretamente instalados. Os passageiros devem usar o cinto, inclusive os do banco de trás.

Desconhecimento do destino e trajeto

Motoristas que vão pela primeira vez até determinado local devem ficar atentos. Procure informar-se sobre as possíveis rotas até o seu destino e verifique a condição das estradas.

Não ter experiência na estrada

Estar habilitado para dirigir não significa ter experiência para dirigir. Conduzir dentro da cidade e conduzir em rodovias são tarefas distintas. Por isso, é preferível que conduza aquele que se sinta mais familiarizado com as rodovias.

Desviar a atenção durante a viagem

O celular, a paisagem, a placa de publicidade, os afazeres do dia…vários são os fatores e maior ainda o número de riscos levados ao trânsito quando um motorista simplesmente se distrai ao volante.

Beber e dirigir

Misturar álcool e direção- apesar de ser um termo batido- é a causa de muitos acidentes nesse período. Então, não se esqueça, álcool e direção, não combinam.

Telefones de emergência

É sempre importante ter telefones de emergência a mão. Nas estradas pedagiadas e em rodovias estaduais o condutor deve estar atento aos telefones que são disponibilizados em placas informativas na própria rodovia.

Atenção no trânsito também para quem não for viajar

O trânsito interno do município, também é importante. Mesmo em períodos festivos, quando a cidade fica menos cheia do que o habitual, é importante, que os motoristas e também os pedestres, respeitem as sinalizações, assim evitando a ocorrência de acidentes.

Segundo o médico plantonista do Hospital São Rafael, Dr. Pedro Fatturi Moretz-sohn, o pronto socorro do hospital, recebe muitos acidentados todos os dias, e nesta época, não é diferente. “Os pacientes mais atendidos aqui no pronto socorro, por conta de acidentes, são motociclistas, e em geral, do sexo masculino” explica. O médico deixa o alerta, reforçando todas as dicas de segurança, e lembrando que a vida é um bem precioso. “Vamos festejar com alegria, porém, com responsabilidade” finaliza.

Facebook Comments