Nossa história

O Hospital São Rafael foi fundado por um grande grupo de imigrantes alemães no ano de 1957, e tinha como nome “Fundação Arthur Thomas”. Inicialmente a ação tinha por objetivo presentear a cidade de Rolândia, com uma obra social de saúde, uma vez que não havia qualquer entidade filantrópica no município, comparado à cidades vizinhas. De início, o atendimento prestado no local, era destinado aos trabalhadores das muitas áreas rurais existentes na região, naquela época.
No âmbito jurídico, a fundação foi reconhecida apenas no ano de 1963, por meio da Lei Nº185/63. Em Janeiro de 1966 a Assembleia Legislativa do Estado do Paraná – ALEP, por meio do Diário Oficial Nº255, publicou a Lei 5254, onde no Art. 3º. findou e declarou a “Associação Beneficente São Rafael” e com nome fantasia “Hospital São Rafael” como sendo de utilidade pública, com sede e foro na cidade de Rolândia. A mesma também tornou-se reconhecida como entidade de Utilidade Pública Federal, pelo Decreto nº 91.108 de 12 de março de 1985.

Em 15 de Janeiro de 2018 o Prefeito de Rolândia Luiz Francisconi Neto, alterou o Decreto nº 7.901/2015, onde a comissão administrativa do artigo o art. 8º do Decreto n.º 7.901/2015, passou a vigorar da seguinte forma:

“Art. 8º […]

I – Paulo Boçois de Oliveira – Presidente e Diretor Administrativo;

II – Sérgio César de Oliveira Branco – Diretor Financeiro-Contábil;

III – Janaina Chiaratti Farina – Diretora Técnica.

Os serviços prestados destinam-se à população de Rolândia (63.316) e Microrregião composta por mais oito Municípios com o seguinte número de habitantes: Pitangueiras (3.073), Guaraci (5.434), Jaguapitã (13.174), Miraselva (1.865), Prado Ferreira (3.668), Centenário do Sul (11.312), Lupionópolis (4.859), Cafeara (2.873), Porecatu (13.973), Florestópolis (11.205), totalizando 134.752 habitantes – dados do IBGE/2015.

O São Rafael possui capacidade hospitalar de 41 (quarenta e um) leitos de Internação SUS, 10 (dez) leitos de Observação/Procedimentos SUS, 16 (dezesseis) leitos de Internação Convênio/Particular e 13 (treze) leitos de Maternidade SUS, somando um total de 80 (oitenta) leitos Internação/Observação, tendo 04 (quatro) salas cirúrgicas.

Realiza mensalmente, em média, 110 (cento e dez) cirurgias, 2900 (dois mil e novecentos) atendimentos de Urgência/Emergência (incluídas as internações), 5000 (cinco mil) procedimentos e 80 (oitenta) partos para gestantes de risco habitual e intermediário. Dos atendimentos realizados, 90% (noventa por cento) são para o SUS e 10% para planos de saúde e particulares.